terça-feira, 5 de outubro de 2010

Repórter- Aprendiz realiza sua primeira ação em conjunto com o Movimento 350.org.

Por Jéssica Moreira



No dia 5 de outubro, a galera do Repórter Aprendiz realizou sua primeira ação em conjunto com o Movimento 350.org. A ação ocorreu pelas ruas e também no Largo da Batata, no bairro de Pinheiros. Os aprendizes protestaram pela redução de gás carbônico (CO²), contornando com fita crepe lugares onde já existiu uma árvore. Em cada “árvore de fita crepe” foi posta uma frase padrão “aqui jaz uma árvore”, e outras sobre o meio ambiente.
A ação gerou curiosidade em quem passava pelas calçadas. Alguns indagavam, a fim de saber seu propósito e outros nem notavam, pisando e sequer olhando as mensagens de protesto. Uma das mulheres que passou pela intervenção, ao ouvir a frase “aqui jaz uma árvore”, ignorou o grupo e deu as costas dizendo “e eu com isso”? Os participantes ficaram chocados, pois constataram aquilo que há algum tempo já imaginavam: as pessoas se importam muito pouco com a causa ambiental e não vêm na natureza uma via de proteção do planeta.
Os jovens contaram, principalmente, com o apoio de vendedores ambulantes, lojistas e taxistas, os quais os apoiaram, por considerarem uma causa em prol do meio ambiente e também por desejarem que estas árvores simbólicas sejam de fato plantadas.
A intervenção terminou por volta das 17h30, no Largo da Batata, e até policiais que transitavam se identificaram com o movimento, tanto que disseram que os jovens do Repórter – Aprendiz eram “CSI da natureza”, uma alusão à polícia de investigação americana.  

(Colaboraram Sabrina Martins e Ananda Radhika)
Reporter Aprendiz

Assita o vídeo da ação:

7 comentários:

  1. Pessoal, parabéns pela iniciativa.
    Me deparei com a primeira árvore na Rua Teodoro Sampaio, mas só tive tempo para ler "aqui jaz uma árvore", queria ler o restante mas não tive tempo, pois a multidão que passava não me permitiu.
    Depois me deparei com mais duas na Fradique Coutinho e vi que além de "aqui jaz uma árvore", existia outros pensamentos, até mesmo aquele em que o ser humano saberá tarde demais que não pode comer dinheiro.
    Por isso termino com a frase que meu grande mestre Rubem Alves cita em seu livro: "Tirem todos os homens da Terra, e as plantas continuarão felizes, sem notar sua falta. Tirem as plantas da Terra, e os homens não sobreviverão" - Paul Travers, National Geographic Magazine, Julho de 2002, p. 120.
    Parabéns mais uma vez e bjos!

    ResponderExcluir
  2. Olá Pessoal.
    Parabéns e obrigado. Ontem plantei uma árvore de consciência.

    ResponderExcluir
  3. Gláucia Cavalcante6 de outubro de 2010 07:00

    Pessoal, parabéns pelo blog, pelo vídeo e principalmente pela iniciativa.

    ResponderExcluir
  4. Muito Massa,
    plantando idéias boas!!

    ResponderExcluir
  5. Detonaram como sempre galera.
    Mais uma grande ação dos reporteres!

    ResponderExcluir
  6. Lindas ideias, vão sempre germinar!!

    Ju detonou no vídeo e Geh (como sempre) arrasou no texto.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Galera eu iniciei um projeto aqui em Belo Horizonte - MG que chega muito perto da idéia do projeto de voces.
    É Chalk Outline Tree, onde identifico árvores podadas e faço um contorno como em cenas de crimes. Com a passagem do Google StreetView pela cidade consegui a imagem de algumas dessas árvores quando ainda eram vivas.
    Vejam

    http://chalkoutlinetree.tumblr.com/

    ResponderExcluir